Transplante capilar antes e depois: o que muda na rotina?

De acordo com a Revista Brasileira de Cirurgia Plástica, o implante capilar é uma técnica que surgiu no período da Segunda Guerra Mundial, no Japão, e é utilizada até hoje. O procedimento é a salvação para quem sofre com problemas de calvície. Entretanto, um dos maiores questionamentos dos pacientes é sobre como fica a rotina com o transplante capilar antes e depois.

Certamente, antes de realizar o procedimento é comum que surjam muitas dúvidas. Além disso, a falta de informação e alguns mitos podem confundir pacientes que procuram as clínicas com a finalidade de corrigir esse incômodo que atinge em cheio a vaidade especialmente dos homens. Por isso, escrevemos este artigo com a finalidade de explicar como é a rotina do transplante capilar antes e depois.

O que é o transplante capilar?

Antes de tudo, precisamos explicar o que é e como funciona o transplante capilar. A técnica consiste na retirada de folículos capilares de áreas saudáveis do couro cabeludo, para que sejam transplantadas para onde está ocorrendo a queda.

As técnicas mais utilizadas são a FUE (Follicular Unit Excision) e FUT (Follicular Unit Transplant) por serem mais seguras e por trazerem resultados mais naturais que as demais. A primeira consiste na retirada de folículos que, em seguida, são separados um a um em pequenos enxertos.

solicite um contato

Já a segunda, trabalha com a remoção de uma faixa do couro cabeludo de uma área em que os fios não tenham sido afetados pela calvície. Sobretudo, ela é mais indicada para grandes áreas onde ocorrer a queda de cabelo. Por outro lado, a cicatriz fica mais visível e o tempo de repouso do paciente é maior.

Rotina do transplante capilar antes e depois

Os pacientes que desejam passar por um procedimento como este precisam entender como funciona a rotina do transplante capilar antes e depois. São pequenos cuidados a serem tomados que contribuem para que o procedimento seja um sucesso do início ao fim.

Antes do procedimento

Antes de realizar o transplante capilar o paciente precisa passar por uma avaliação completa com um cirurgião plástico ou dermatologista. Alguns exames serão solicitados, como por exemplo, um hemograma para checar a saúde geral do paciente e ter certeza de que ele está apto para a cirurgia.

Também serão feitas algumas recomendações sobre como se preparar para o procedimento, incluindo orientações sobre comer e beber e evitar o fumo, bem como algumas vitaminas e medicamentos. Por isso, é de extrema importância que o paciente seja sincero e relate tudo o que faz parte de sua rotina normal.

Após a cirurgia

Certamente, após o transplante capilar o cirurgião fará algumas recomendações ao paciente, que incluem dormir com a cabeça elevada durante os três primeiros dias após o procedimento. Aliás, isso garante que a força da gravidade melhore a drenagem venosa, contribuindo para a redução do inchaço pós-operatório.

O paciente também deve retornar ao consultório para fazer a primeira higienização dos cabelos e aprender como fazer o processo em casa. Por outro lado, a recuperação é rápida e o retorno ao trabalho pode ser feito em média dois dias depois.

Entretanto, é necessário alguns cuidados quanto a realização de exercícios físicos, pois o excesso de tensão sobre a cicatriz da sutura na área doadora pode gerar uma marca alargada. Em média, após duas semanas o paciente já pode retomar sua rotina normal.

Dr Raul Mauad
  • Doutorado em Medicina (Clínica Cirúrgica) pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo-USP (2003).
  • Especialista em Cirurgia Plástica pelo Serviço do Professor Ivo Pitanguy (1996).
  • Médico formado pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (1990), com Residência em Cirurgia Geral no Hospital da Clínicas da FMUSP-RP (1992).
  • Em 2010, estagiou no mais conceituado Centro Oncológico dos E.U.A, Huston- Texax, MD. Anderson Cancer Center- Departamento de Cirurgia Plástica sob a tutela do Prof. Dr. Geofrey Robb.
solicite um contato