Tipos de calvície: conheça cada um!

Fale Conosco Pelo Whatsapp

A calvície é um problema que afeta principalmente os homens, em consequência ao hormônio masculino testosterona, ser o maior responsável pela queda de cabelo. Existem vários tipos de calvície, entretanto, a alopecia androgenética é a forma mais comum da perda dos fios. De acordo com uma pesquisa feita pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica e Estética, somente nos Estados Unidos, 35 milhões de homens sofrem com a perda de cabelo por causa de problemas genéticos. Entretanto, existem outros tipos de calvície que podem ser sintomas de algum problema de saúde mais grave.

Quais são os tipos de calvície

Alopecia areata

A causa da alopecia areata ainda é desconhecida. Entretanto, este tipo de calvície temporária se apresenta em forma de círculos redondos e estende-se para outras áreas do corpo. Certamente está relacionado a algum tipo de estresse ou problema no sistema imunológico.

Alopecia difusa

A alopecia difusa, também conhecida como eflúvio telógeno, em resumo é caracterizada pela perda aguda ou progressiva do cabelo. Dessa forma, os fios ficam enfraquecidos e desprendem-se facilmente do couro cabeludo. Sobretudo, o paciente não chega a ficar totalmente calvo mas, o cabelo fica escasso. Esse tipo de calvície pode ser causada por uma dieta pobre em nutrientes, tratamento com medicamentos ou problemas psicológicos. O problema que desencadeou a queda, geralmente ocorreu entre 3 a 5 meses antes dos fios começarem a cair. As principais causas da alopecia areata são:

  • Endócrinas: problema na tireoide;
  • Nutricional: a falta de nutrientes deixa o cabelo mais seco, frágil e fino. Também deixa a raiz quebradiça e com cor acobreada.
  • Medicamentos: anticoagulantes, anticoncepcionais, quimioterapia, antidepressivos, entre muitos outros medicamentos deixa o cabelo menos espesso causando a queda.

Alopecia androgenetica

Esse é o tipo de calvície mais comum, registrando cerca de 90% das quedas de cabelo nos homens. Os fios caem de forma difusa, afetando a região frontal do couro cabeludo. Geralmente a alopecia androgenetica começa a dar os primeiros sinais já na adolescência. Está associada ao estímulo da testosterona, geneticamente determinada, ou seja, por alterações hormonais herdadas do pai ou da mãe. A calvície se apresenta de forma progressiva e pode afetar todo o couro cabeludo se não for tratada a tempo.

Alopecia total

Trata-se da perda total de cabelos, como o próprio nome já diz. Ainda não foram descobertas as reais causas desse tipo de calvície. Porém, cientistas acreditam que doenças autoimunes, com influência genética, sejam a razão da queda. O estresse também está entre as possíveis causas. Este tipo de doença não tem cura, porém pode ser tratada com alguns medicamentos.

Calvície cicatricial

A calvície cicatricial trata-se da queda de cabelo causada por uma agressão ao couro cabeludo, bem como em alguma região que leve a morte definitiva do folículo piloso como, por exemplo, cirurgias, queimadura ou radioterapia. Embora doenças autoimunes também podem causar esse tipo de calvície, pois, afetam o couro cabeludo levando à morte dos folículos.

Tratamentos para os tipos de calvície

Existem variadas formas de tratamento para a calvície, mas o que apresenta resultado definitivo é apenas o implante capilar, nome popular para transplante capilar. Porém, para cada caso, o médico especialista deve identificar as causas e apontar se o implante é o tratamento adequado. Oriente-se e veja qual é a melhor solução para o seu caso.

Quer saber como resolver de vez a calvície? Aqui, falamos melhor a respeito! Conheça nosso Facebook e saiba mais sobre a nossa clínica.

Fale Conosco Pelo Whatsapp


Enquanto isso, saiba mais sobre Transplante Capilar e seus resultados.


(Preencha, envie e aguarde a confirmação)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *