Qual a estrutura capilar ideal para o Implante Capilar

Sabemos o quanto a calvície incomoda muita gente. O problema atinge pelo menos 42 milhões de brasileiros, conforme informou uma pesquisa feita pela SBC, Sociedade Brasileira do Cabelo. Embora as causas da calvície sejam difíceis de controlar, saber que existe uma solução já dá um alívio para quem sofre com a queda. No entanto, é necessário entender que é preciso ter uma estrutura capilar ideal para o implante capilar. Entenda mais no artigo. 

Como é feito o implante capilar

O transplante capilar, popularmente conhecido como implante, é um tratamento para quem deseja acabar com a calvície. Em resumo, o procedimento cirúrgico consiste em preencher a área sem cabelo com fios da própria pessoa, seja da nuca, peito ou costas. As técnicas mais utilizadas são a FUE (Follicular Unit Excision) e FUT (Follicular Unit Transplant) por serem mais seguras e trazerem resultados mais naturais. 

Trata-se de um procedimento simples realizado sob anestesia local ou sedação e que garante resultados duradouros e satisfatórios. No entanto, entre as recomendações antes do procedimento, estão tratar bem o couro cabeludo, que precisa ficar livre de caspa e inflamações. No caso das mulheres, deve haver tratamento hormonal ou reposição de vitaminas, se essas forem as causas do problema.

Quem pode realizar o implante capilar

Além das técnicas mais conhecidas citadas acima, existem outras disponíveis no mercado, no entanto, é fundamental avaliar cada caso para entender qual deve ser aplicada. A estrutura capilar também precisa ser avaliada para realizar o procedimento. No entanto, o implante pode ser feito tanto em mulheres quanto em homens que sofrem com determinado grau de calvície. 

Pessoas com idade entre 35 e 40 anos são as mais indicadas para a cirurgia. Nesta fase da vida, a alopecia, uma das principais causas da calvície, já evoluiu o suficiente para realizar o procedimento. Pacientes diabéticos e hipertensos também estão aptos a efetuar o implante capilar, desde que seja devidamente monitorados pelo médico anestesista. 

solicite um contato

Estrutura capilar ideal

Outra indicação importante a ser levada em consideração é que a estrutura capilar do paciente deve ser avaliada para verificar a saúde dos folículos. Geralmente, pacientes com áreas de calvície bem definidas, e com grande quantidade de fios disponíveis, são os mais indicados para realizar o implante capilar. 

Alguns pacientes têm área doadora com estrutura capilar pobre em volume. Essa característica pode ser insuficiente para estabelecer uma boa cobertura da zona comprometida pela calvície.

Aliás, sem volume, não há como a pessoa dispor de fios o bastante para cobrir a parte calva do couro cabeludo, permitindo bons resultados. Casos como este afetam cerca de 5% dos homens e até 30% das mulheres. 

As principais restrições também são para quem tem doenças cardíacas graves, automimunes ou alguns tipos específicos de alopecias como as secundárias ao lúpus, líquen plano e alopecia fibrosante frontal. Pessoas com os fios mais fortes e grossos nas laterais são considerados os melhores candidatos ao transplante. 

Somente com uma avaliação médica será possível definir se você possui a estrutura de cabelo ideal para o implante. Então marque uma consulta com os nossos especialistas.

Dr Raul Mauad
  • Doutorado em Medicina (Clínica Cirúrgica) pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo-USP (2003).
  • Especialista em Cirurgia Plástica pelo Serviço do Professor Ivo Pitanguy (1996).
  • Médico formado pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (1990), com Residência em Cirurgia Geral no Hospital da Clínicas da FMUSP-RP (1992).
  • Em 2010, estagiou no mais conceituado Centro Oncológico dos E.U.A, Huston- Texax, MD. Anderson Cancer Center- Departamento de Cirurgia Plástica sob a tutela do Prof. Dr. Geofrey Robb.
solicite um contato